17 setembro, 2013

Julgamento precoce


Olá meninas, boa tarde! Vim hoje falar de um assunto no qual acho interessantes abordar e que pelo qual passei, esse final de semana. Julgamento precoce, algumas pessoas tem essa mania, que por que a "fulana" não gosta da "bel trana" eu também não gosto e tenho o direito de julga-la, sem nem menos conhecer! Vivemos num mundo onde se tornou comum julgar as pessoas antes de conhecê-las. Sair falando mal de quem não conhece é quase um hábito da maioria das pessoas. Realmente, é bem mais fácil falar dos outros do que olhar pra dentro de si do que enchergar seus erros e corrigi-los. Qual o ganho de querer viver a vida das pessoas? Qual a intenção de julgar sem nem conhecer a história? Pois é, uma menina que infelizmente resolveu que ia me infernizar eternamente, Deus queira que não, mas já fazem dois anos que não me dá paz, postou um texto com as famosas indiretas, o que eu particularmente acho uma infantilidade sem tamanho, que quem é adulto o suficiente sabe quando a tal indireta é diretamente se referindo á pessoa. Assim como eu soube que é pra mim, mas resolvi não revida-la, para não descer á tal nível, até porque quem me conhece sabe que eu sou muito mais a favor de dizer diretamente para a pessoa o que penso sobre elas, do que dar a entender... não gosto de nada nas entre linhas, gosto de tudo as claras. Mas enfim, o fato dela tentar me ofender com suas palavras não teve exito, pois quando sabemos nosso real valor não é qualquer coisa que nos atinge, o que me fez vim escrever esse texto foi a reação daqueles que NÃO me conheciam, me julgando e insultando, para mim isso é atitude de pessoas tolas, que julgam algo ou alguém pelo que lhe falaram, o inteligente vai atras para tirar suas próprias conclusões! Não se deixem influenciar por algo ou alguém, sempre tenham a sua própria opinião, mas, antes de ir tira-la, vá de cabeça e coração aberto, para que possa ai então realmente estar aberto a uma conclusão própria. É muito mais fácil julgar pelo que dizem sobre um local, uma pessoa, uma comida, um estilo musical... do que experimentar, ouvir ou conhecer e ter uma própria opinião. Eu já cometi esse erro, algumas vezes, quando era mais nova... de que por que uma amiga minha dizia que era ruim ou que não gostava, eu também não gostava! Julguei algumas vezes as pessoas pelo modo de se vestirem também... com o pensamento do tipo: deve ser rockeiro, deve ser pagodeiro... Só que agora, se tenho a oportunidade, eu tento tirar sempre a minha conclusão sobre as coisas e sobre as pessoas, sem criar um pré julgamento por roupa ou então pelo que me falaram. Não gosto de ser injusta e julgar, pois sou como o velho ditado: O que não quero para mim, não faço para os outros! E eu não gostaria, como não gostei de ser julgada por aquelas pessoas que nunca nem se quer me viram na vida. E quem me conhece sabe, que eu posso ter inúmeros defeitos, mas não sou do tipo que vai julgar alguém por uma roupa, crença, raça, estilo musical... pois, já tive e tenho amigos que gostam de coisas diferentes das quais eu gosto, que se vestem diferente do que me visto... e nem por isso deixo de ama-los e respeita-los. Pois o que esta por fora nem sempre é o que esta por dentro! A única coisa que eu acho, que não precisamos gostar de tudo que o outro gosta, mas, precisamos aprender a RESPEITAR! Diga NÃO ao pré conceito e ao preconceito, não dê ouvido ou atenção as más linguas, se não tiverem ouvindes e hibope se obrigaram a parar! Diga não para os julgamentos. Julgar uma pessoa, não diz quem ela é, e sim quem você é! Espero que tenham gostado do texto. Beijinhos e até a próxima! Tuane Kraemer

2 comentários:

Hilda Maria disse...

Oi querida desculpa não ta tão presente nos comentário :( é que no blog por falta de tempo eu estava fazendo postagens programadas, mas já estou em ritmo normal :) achei ótima a postagem , realmente bem escrita e com um tema realmente bom para se debater :D

Quando puder dá uma passadinha no meu blog, tem post novo lá, convido você e seus leitores a darem uma conferida *u*

Beijocas!!! ❣

http://sorriso-jovem.blogspot.com.br

Tuane Kraemer disse...

Ah que bom que gostou, capaz, entendo... Eu também as vezes me distancio um pouco daqui :/ Mas fico feliz que veio aqui e que tenha gostado do assunto. Achei importante debater sobre, pois isso infelizmente é algo que acontece MUITO e aconteceu comigo! Pode deixar que vou lá agora mesmo. Beijinhos

Curte lá?!

Seguidores

Arquivo do blog